Como ter um ano de crescimento em 30 dias

E ainda ganhar um Plano de Negócios Digitais

para vender com mais facilidade do que todos os seus concorrentes.

De: Jober Chaves

São Caetano do Sul

Caro amigo(a),

Eu não sei exatamente qual é o nível da sua empresa hoje, se você já bateu o seu primeiro milhão, se você sequer bateu 100 mil reais ou se você mal consegue fazer 10 mil reais de vendas por mês. Não importa! Mesmo empresas que batem 50 milhões de vendas pela internet, como foi o meu caso, todo mundo começa com uma primeira venda, todo mundo começa com o primeiro resultado, todo mundo começa com o primeiro passo!

Nos últimos 21 anos eu ajudei centenas de empresários a levarem suas empresas para o próximo nível. Eu literalmente ajudei algumas empresas a fazerem mais de 50 milhões de reais em negócios. E muitos deles começando do ZERO. Apesar desse número, eu preciso confessar que eu não fiz nada de muito complicado e eu vou te mostrar em detalhes o que eu fiz.

Mas agora eu vou compartilhar uma ÚNICA coisa que eu fiz para deixar de ser um fracasso ambulante e viver esse tal de sucesso…

E como eu dividi isso com centenas de empresários ao longo da jornada…

E essa única coisa, ajudou alguns empresários a venderem mais de 50 milhões e se eu somar o que vendi com as minhas empresas, esse valor passa de 100 milhões de reais.

E essa é uma marca memorável! Quando você descobrir essa única coisa, provavelmente vai pensar: Tem certeza de que é somente isso?

Por mais que alguns me chamem de “Mentor”, a verdade é que tudo o que eu faço é simplesmente seguir um processo.

E por mais simples que isso possa parecer, eu aplico esse mesmo processo em todas as minhas empresas, aplico esse mesmo processo em todas as empresas que eu “mentoro”. E se você me perguntar, mas Jober você só sabe fazer isso? Minha resposta é: Definitivamente eu não sou um gênio, mas uma única coisa tem colocado a mim e aos meus parceiros à frente do mercado brasileiro…

Eu não tive investidor, meus pais não podiam me ajudar, eu não tinha recursos, eu comecei do zero, mas eu tinha uma vantagem.

As coisas não estavam a meu favor, filho de funcionários públicos, nenhum empreendedor na família, como eu iria me transformar em um empresário?
Ainda muito jovem meus pais se separaram e eu fui morar nessa casa, era uma casa de quarto, sala e cozinha com menos de 40 metros quadrados onde vivíamos em 9 pessoas.

Eu não sei se você entende a minha situação, mas eu tinha que sair dali.

Resolvi que ia ser o melhor empregado que eu podia ser. Trabalhei como boy em um departamento jurídico de uma empresa imobiliária, trabalhei como instalador de máquinas de Xerox e por fim, trabalhei vendendo cursos de leitura dinâmica e memorização.

E foi nesse ponto que o Bill entrou na minha vida.

O Bill era um empresário americano que acreditava no empreendedorismo, acreditava que as empresas são o instrumento de geração de riqueza para o mundo. E ele viajava o mundo convencendo as pessoas a serem empresários e para isso, tudo o que tínhamos que fazer era mudar a forma de pensar, mudar o nosso modelo mental.

Então, eu passei a tratar a empresa de leitura dinâmica e memorização do meu patrão, como se fosse minha. Fazia tudo que podia, entrava às 8:30 da manhã e saía às 22:00hs, trabalhava sábados e domingos e não tinha registro em carteira, décimo terceiro e os outros benefícios.

E mesmo trabalhando como empregado, construí a maior renda da minha vida, até aquele momento. Apesar de estar trabalhando como nunca, eu estava feliz como nunca, colocando em prática na empresa do meu chefe, tudo o que eu tinha aprendido com o Bill.

E aí o impensável aconteceu, apesar do meu chefe estar tendo lucro como nunca teve, ele me mandou embora porque eu estava ganhando demais!

Ser o melhor empregado que eu podia ser, não me impediu de ser mandado embora.

E num dos momentos mais injustos da minha vida, fui forçado a tomar a melhor decisão da minha vida, foi nesse ponto que eu resolvi que era hora de eu ser um empresário.

Eu já cuidava de toda a empresa, o dono nem aparecia por lá. Mas quando tomei a decisão de montar meu negócio, eu fiquei com medo. Na verdade eu fiquei com muito medo.

Mas eu não tinha como voltar atrás, eu já tinha dado a palavra para minha futura esposa de que nós nos casaríamos e o fato de eu ser mandado embora não podia mudar a minha palavra.

Mas como eu estava com medo, eu tive uma ideia: E se eu abrisse a empresa e fizesse de conta que o dono era o meu antigo patrão? Será que essa simples mudança de pensamento faria o negócio dar certo?
Todo mundo pensa:
Eu vou fracassar.
Ninguém abre uma empresa pensando:
Eu vou ser um Empresário de Sucesso!
Quando você monta sua empresa você quer que ela dê certo. Na verdade, você precisa que dê certo. Comigo não foi diferente. Mas todo mundo achava que eu era louco. Minha família achava que eu era louco.

Meus amigos achavam que eu era louco.

E até hoje eu me pergunto, onde eu estava com a cabeça quando eu abri meu negócio?

Meus pais eram professores, meus avós eram funcionários públicos, tios e primos também funcionários públicos, parecia que a minha família era predestinada a ser “funcionário público”. A fala do meu pai era: “Passe em um concurso e não se preocupe mais pelo resto da vida”.

Mas com a separação deles, nosso padrão de vida caiu para menos da metade do que era antes e ver a vida deles não me animou a ser funcionário público. Eu só tinha um pensamento. Eu tinha que sair de lá.

No bairro de periferia onde eu morava, todos tinham uma vida sofrida, as exceções eram os comerciantes do bairro: o italiano dono do açougue, o português dono da padaria e o dono do posto de gasolina.

Mas não foi isso que me animou a ser empresário, foram as circunstâncias da vida que me levaram a tomar essa decisão.

Agora eu tinha uma escola na avenida Paulista e eu tinha que fazer dar certo.

O meu primeiro pensamento funcionou. Eu acordava cedo para não tomar “bronca” do meu patrão imaginário. Fazia hora extra para ser “elogiado” por ele. E o mais importante, no final do mês “prestava contas” para ele também.

Fazia relatórios de quanto tinha vendido, quanto tinha entrado, quais as despesas e quanto tinha sobrado.

Aquela “única” coisa que eu aprendi com o Bill, que apliquei na empresa do meu ex-patrão, foi também a mesma “única” coisa que eu fiz na minha empresa e foi isso que fez com que eu me tornasse um empresário de sucesso.

Se você me perguntar: Jober, qual foi o fator determinante para o seu sucesso como empresário?

Sem dúvida nenhuma a minha resposta é: Eu aprendi com o Bill a pensar como empresário, aprendi que um bom posicionamento estratégico faz você vender mais, faz você vender mais facilmente, faz você ter um lucro maior com menos esforço. Não me entenda mal, eu não sou contra o trabalho duro, mas quando eu vejo gente sofrendo para manter seu negócio aberto, vejo gente que não gera em seu negócio o suficiente para cobrir as despesas, gente que mês após mês, ano após ano, fica patinando sem sair do lugar, ou pior, tem a sensação de estar voltando para trás. Pensa comigo, se você está fazendo 20, 30 ou 50 mil reais de negócio todos os meses, talvez esteja na hora de você levar sua empresa para o próximo nível. :Para isso você precisa de uma “única” coisa.

Apenas um ano depois de conhecer o Bill, eu já estava fazendo sucesso, tanto que formei meu primeiro Grupo de Negócios com 21 empresários que também queriam fazer sucesso. Desses empresários, alguns estão milionários e um está multimilionário. Foi nesse ponto que eu descobri o que me deixava mais feliz do que fazer sucesso: ajudar os outros a fazer sucesso!

E o que eu ensinava? Um novo jeito de pensar, um novo jeito de falar e um novo jeito de agir.

O grupo se reunia comigo todas as semanas para aprender o que eu tinha aprendido com o Bill.

E posso dizer que, quando eles mudaram o seu jeito de pensar e implementaram a “única” coisa nas suas empresas, elas passaram a valer muito mais!

E foi assim que, nos últimos 21 anos, consegui ajudar empresários brasileiros a gerar mais de 50 milhões em negócios.

Ajudei empresários a conquistarem sua liberdade e independência financeira, mas o Bill me ensinou que o preço da liberdade é a eterna vigilância, por isso eu continuo, até hoje, trabalhando nos meus pensamentos, no meu modelo mental. Porque mudar o meu jeito de pensar foi o que me tirou da pobreza e me levou a ser um empresário de sucesso. Até hoje eu “mando” nos meus pensamentos e não deixo que eles mandem em mim.
Quando perguntarem:
Qual é sua profissão?
Sua grande meta é responder
Profissão: EMPRESÁRIO.
Sim com letras maiúsculas. Saber vender é importante? Sim. Saber contratar pessoas? Também. Saber cuidar dos números? Pode apostar.

Mas nada se compara a você pensar como empresário.

Você já deve ter ouvido: Tenha uma mente milionária. Pense e enriqueça.

Eu vou dizer para você: Pense como Empresário, é isso que vai garantir o seu sucesso.

Olhe até onde você chegou na sua vida e se não estiver satisfeito, foram os seus pensamentos ou você continua pensando como empregado, ou tem pensado como “profissional liberal ou autônomo” que nem de longe é pensar como empresário ou até tem pensado como “micro empresário” que só alcança micro resultados.

Porque quando você pensar como Empresário pode acontecer com você o que aconteceu com uma empresária que conheço, ela montou um empresa “pequena” que ajudava grandes empresas a venderem mais. Ela usou a “única” coisa, a empresa decolou e ela recebeu uma oferta de compra de 10 milhões…de DÓLARES. Ela vendeu a “pequena” empresa por um grande valor porque eu aprendi com o Bill que não importa o tamanho da empresa o que importa é o tamanho do EMPRESÁRIO.

Dizem que não existem resultados ruins, apenas escolhas ruins. Eu concordo. Mas em 99% das vezes, são os pequenos pensamentos que dirigem as más escolhas. Mas a boa notícia é que os grandes pensamentos também dirigem as boas decisões. Em 1997 quando fui “obrigado” a me tornar empresário, logo nos primeiros 30 dias eu já ganhava mais do que nos tempos de empregado.

No início de 1997 eu abri a empresa e em novembro do mesmo ano, mudei para uma casa nova. Pode parecer, olhando de fora, que o sucesso veio rápido, mas, o que fez a diferença foi a “única” coisa.

Seguir à risca o que o Bill havia recomendado, fez a diferença para o meu sucesso.

Além disso, se você prestar atenção à minha jornada, você vai perceber que eu não suportava mais viver na pobreza, deixar a minha vida nas mãos dos outros, ser mandado embora, mesmo quando eu estava dando meu melhor, não me parecia aceitável. Foi isso que criou em mim o espírito de sempre fazer o que for necessário.

Eu não sei o que te move, eu não sei qual o seu cenário atual, qual o tamanho da sua empresa, seu lucro ou seu faturamento. Mas de uma coisa eu tenho absoluta certeza, em uma rápida conversa com você eu sou capaz de encontrar o melhor caminho e a estratégia mais lucrativa e segura para você seguir e se nós implantarmos a “única” coisa no seu negócio, se prepare para tempos explosivos, se prepare para nos próximos 30 dias ter um ano de crescimento.

Eu te ajudo a pensar como EMPRESÁRIO, você implanta a "única" coisa no seu negócio e isso faz a sua empresa crescer.

Porque eu gosto de ajudar as pessoas a fazerem sucesso. Ponto.

Eu me lembro quando eu alcancei o meu primeiro sucesso e fiquei tão entusiasmado que falava para quem pudesse ouvir que, se eu consegui, qualquer um poderia conseguir também.

Uma das maiores descoberta que eu fiz, foi que todo meu sofrimento foi causado pela ignorância, pela falta de informação, mas quer saber, a boa notícia é que eu não lembro mais desses dias, não sinto nenhum tipo de amargura ou dor, porque o sucesso alcançado da maneira correta cura e apaga todo o sofrimento, eu não sei como te explicar, só sei que é assim.

Era verdade o que o Bill disse: “Quando você chegar no topo da montanha, a visão é a mesma para todos, não importa de onde você tenha vindo”.

Eu tenho orgulho de dizer que, nesses 21 anos, ajudei empresários que começaram do zero a faturar milhões, ajudei empresários que já faturavam R$500.000,00 por ano a faturar milhões e o que é mais difícil e surpreendente, ajudei empresários que já faturavam R$1.000.000, a aumentar em 5 vezes o tamanho do seu negócio.

Talvez você não seja tão apaixonado por ajudar as pessoas e as empresas a mudarem de nível, mas com certeza você está comprometido em fazer a sua empresa crescer.

Então eu quero te fazer uma proposta: Que tal eu te mostrar qual é a “única” coisa que você precisa fazer, você se comprometer a implantar isso na sua empresa e ir para o próximo nível?

Eu vou te orientar e explicar exatamente tudo o que você precisa fazer para levar sua empresa para o próximo nível e você me promete que, quando chegar lá, vai desfrutar mais a sua vida!

Parece um bom negócio?

Existem empresários que estão carregando o mundo nas costas, matando um leão por dia, tentando ficar com seu pedaço na pizza, enquanto outros vivem uma vida de empresários felizes e bem pagos. E você, quem quer ser?

Porque se eu tenho um processo que já ajudou centenas de empresas a irem para o próximo nível e que pode te orientar e te ajudar a ir para o próximo nível também, porque correr o risco de levar sua empresa para o abismo?

Porque enquanto eu pensei como empregado, tudo o que eu colhi foi dor e sofrimento, e olha que não faltou trabalho, mas quando aprendi com o Bill a pensar como Empresário e colocar em prática a “única” coisa na minha empresa, minha vida foi para um nível que eu jamais poderia pensar, sonhar ou imaginar!

Você lembra da casa de 40 metros quadrados que eu morava com 9 pessoas?

Olha a casa em que eu fui morar, assim que eu passei a pensar como Empresário, com 9 pessoas também!
Morar em uma casa de 40 metros com 9 pessoas e depois morar em uma casa com mais de 400 metros, só de área construída, com 9 pessoas, têm um significado de vitória muito, mas muito especial. E é por isso que eu posso te dizer que:

Eu vou te ajudar durante 30 dias e a sua empresa vai avançar no tempo em 1 ano.

Se nos próximos 30 dias você aplicar na sua empresa os 4 aceleradores de negócios: pensar como empresário, posicionamento estratégico, alinhamento estratégico e a “única” coisa, seus números vão explodir nos próximos 12 meses. Se você quer um processo testado e aprovado, ao invés de você ficar “tentando” descobrir qual a melhor estratégia para o seu negócio, pode comemorar.

Sério, quando você vai pensar como empresário? É uma tristeza ver empresas desaparecendo porque os empresários têm um pensamento pequeno demais para suportar o negócio.

A minha proposta é muito simples e bem transparente. Você vai me pagar para que eu te entregue um novo plano de negócios para a sua empresa, o que o Bill fez por mim, eu vou fazer por você. Simples assim.

Eu não preciso do seu TEMPO.
Eu só preciso que você me obedeça.

Pouco me importa se você anda sem tempo ou muito ocupado. Eu não preciso do seu tempo, eu só preciso que você esteja sério o suficiente para seguir meus processos.

Você vai precisar dedicar um tempo na implementação dos processos? Sim! Mas implementar coisas que vão aumentar o seu faturamento, o seu lucro, enfim, fazer a sua empresa crescer, é algo que vale a pena, concorda?

O ponto chave é que eu não vou te pedir para estudar 50 aulas ou ler 50 livros. Eu vou te dar um passo a passo falando especificamente o que você precisa fazer.

Percebe a diferença?

Como é a experiência de ter nas suas mãos o passo a passo para construir uma grande empresa?

Aqui está o que eu vou fazer por você na Prática:

Basicamente existem dois tipos de “bloqueios” de resultados para a grande maioria das empresas.

Basicamente esses são os dois grandes problemas que meu programa vai resolver. São 4 passos que separam você de construir uma grande empresa, implantando os processos que você vai receber.

30 dias para você colocar em prática. Se a cada semana você implementar um passo eu garanto uma revolução no seu negócio.

E além disso você terá um plano de ação com resultados comprovados para os próximos 12 meses.

30 dias, 4 semanas. 1 passo por semana. Eu não estou pedindo muito para mudar sua vida e a sua empresa para sempre. Esse é o tempo que eu preciso para fazer o seu negócio crescer, com mais lucro e segurança. Mas só tem um jeito disso acontecer: Fazendo.

30 Dias é o Suficiente Para Alavancar o seu Negócio?

Honestamente, 30 dias é mais do que suficiente. 7 dias provavelmente já seriam suficientes para a maioria das empresas. Mas eu não quero que você fique muito ansioso a respeito do que precisa ser feito.

Por isso, ao invés de implementar uma ação por dia, por exemplo, quero que você implemente uma ação por semana. Por isso, 30 dias são muito mais que suficientes.

Na prática você terá:
Sendo bem honesto, e adiantando algo que você já vai saber, só os R$4.682,00 que você vai receber de bônus, são suficientes para levar sua vida e sua empresa para o próximo nível. Mas quero que você me prometa uma coisa, você só vai utilizar os bônus depois que terminar todos os módulos do Profissão: Empresário.

Mas o ponto fundamental aqui é: Você vai ativamente participar ativamente do processo? Você promete que vai dar o seu melhor como se o sucesso do seu negócio dependesse única e exclusivamente disso, porque pode depender? E, se a sua resposta é SIM, bem vindo ao melhor momento da sua jornada!

R$4.682,00 em BÔNUS:

Lembre-se: Você não precisa estudar todos os bônus que eu vou te dar nos 30 dias, você vai seguir um passo a passo com o que você precisa fazer. E o bom desses bônus é que eles podem acelerar ainda mais o seu projeto.

Parece um bom plano?

A vida de empresário é uma jornada solitária, mas você não precisa andar sozinho. Tudo o que você precisa é que alguém, que já passou por onde você vai passar, te indique o melhor caminho. Nada mais do que isso.

Eu vou Te Ajudar a Crescer, a Ganhar Mais Dinheiro e Ainda Vou te Ajudar a Melhorar Seu Estilo de Vida.

Você decidiu se tornar empresário e esse é um caminho sem volta. Mas você não quer viver somente para a empresa, correto?

Você quer ter tempo com sua família e quer fazer outras coisas da sua vida, não é verdade?

Bom, se a sua empresa está tomando todo o seu tempo e te enche de preocupações, essa é a sua chance de dividir um pouco desse peso comigo. O que você acha?

As promessas que eu estou fazendo aqui são bem agressivas, mas como eu gosto de dizer, se funcionou para mim, se funcionou para centenas de empresários, vai funcionar para você. Na verdade eu fico tranquilo pois será relativamente fácil te ajudar.

Porque? O que você vai ver é tão inovador e está tão à frente de tudo que está disponível no Brasil, que eu não tenho dúvida que o seu sucesso vai ser explosivo.

Quanto eu preciso investir para participar do “Profissão: Empresário”?

Meus grupos de negócios com empresários que são acompanhados por mim durante 12 meses custam R$30.000,00 por ano. Esse é o valor do meu principal grupo de Negócios.

Eu tenho também um outro grupo, mais focado em processos operacionais e implementação de estratégias.

O valor desse grupo é de R$18.000 por ano.

Mas eu decidi criar o Profissão: EMPRESÁRIO com um risco reduzido para quem não me conhece de perto. Basicamente eu dou uma oportunidade acessível ao programa que revolucionou a minha vida e a de outros empresários em 30 dias. Naturalmente, alguns dos empresários quando experimentam o impacto no seu faturamento, tomam a decisão de avançar para os meus outros grupos e receber um acompanhamento anual.

Então essa é a razão por trás do “Profissão: EMPRESÁRIO”. Essa é minha maneira de encontrar “Empresas de Ouro” que eu vou conseguir ajudar a crescer com muito mais facilidade.

Por isso eu coloco um valor tão acessível para uma experiência tão intensa e completa (obviamente minha equipe seleciona cuidadosamente cada participante).

E aqui está o valor para você fazer parte do “Profissão: EMPRESÁRIO”. Se esse valor for muito pesado para você, provavelmente você não tem uma empresa que eu vou conseguir ajudar a crescer.
PROFISSÃO: EMPRESÁRIO COM JOBER CHAVES

R$ 12X de 199,70

(* Inscrições só podem ser realizadas após entrevista de qualificação)
O Maior Problema Da Sua Empresa Sem Dúvida É Você !
Sua Empresa Pode Ir Para O Paraíso ou Para o Abismo.

Muito antes de uma empresa ir para o abismo eu percebo, mas eu não posso ficar dando “palpite” onde eu não fui chamado. Um fluxo de caixa negativo é só um sintoma do caminho errado.


Eu conheço um empreendedor muito, mas muito talentoso. E apesar de todo talento ele comete SEMPRE dois erros graves. Está sempre um passo atrás e está sempre na direção errada. Ele trabalhou no mercado de copiadoras um pouco antes desse mercado falir. E agora está trabalhando no mercado de livros e revistas impressas. Perceba que ele está sempre um passo atrás.


E financeiramente está sempre na direção errada. Como toma decisões erradas, cada vez está ganhando menos e sua família sofre com isso. Vai perdendo os amigos, a saúde e isso é caminhar para o abismo.


Por outro lado, veja esse outro empresário, ele está indo muito bem em um mercado que está em crise, jogamos golfe juntos, só que no meio do caminho ele recebeu uma proposta indecente para ganhar muitas vezes o que ele está ganhando. Mas isso vai tirar tempo do golfe dele. E o que fizemos? Um plano de ação para os próximos 12 meses onde ele vai abrir mão de um pouco de golfe, mas sua empresa vai crescer 1 ano em 30 dias.


Já um outro empresário não quis meu aconselhamento e por uma razão bastante simples. Ele estava ganhando muito dinheiro. Foi ganhando muito dinheiro para o abismo e agora vai ter que começar tudo novamente e com um agravante. Ele está mais velho, impaciente, bravo. Sabe o que ele vai ter que fazer? O que eu disse para ele fazer há uns 10 anos, e você acha que hoje vai ser mais fácil ou mais difícil?


Os empresários que eu ajudei tiveram um crescimento explosivo já nos primeiros doze meses e isso aconteceu porque eles estavam dispostos a fazer uma coisa que o Bill disse: Faça o que for necessário! E você, está disposto a fazer o que for necessário? Mesmo que isso te tire da zona de conforto?


Se você decidir que vai fazer a coisa certa, eu posso te ajudar. Mas se você quiser continuar do “seu” jeito…


Eu não posso te ajudar.


Se você está sério na sua decisão de levar sua empresa para o próximo nível, o “Profissão: EMPRESÁRIO” é para você!

- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS​